Psicologia do esporte

psicólogo do esporte

Entre em contato

Os psicólogos do esporte ajudam atletas profissionais e amadores a superarem problemas, melhorarem seu desempenho e a alcançar seus objetivos.

Mas você sabe como a psicologia do esporte ajuda os atletas?

Enquanto alguns atletas superam a pressão, tendo o melhor desempenho, outros vacilam, e nunca manifestam ou percebem seu potencial total.

Enquanto os treinadores normalmente se concentram no lado físico do esporte, os psicólogos do esporte se concentram nas mentes dos atletas. Os psicólogos do esporte podem ajudar os atletas – profissionais e amadores – a atingirem seus objetivos.

E como os psicólogos do esporte trabalham?

Alguns atletas procuram a ajuda de um psicólogo do esporte ou outro profissional de psicologia do esporte e do exercício quando têm um problema.

Eles podem ficar ansiosos ou perder o foco durante a competição, por exemplo. Eles podem ter problemas para se comunicar com os colegas de equipe, controlar seu temperamento ou, ainda, desejam se motivar para a prática esportiva. Além disso, eles podem se sentir sufocados em momentos-chave durante um jogo e a psicologia do esporte pode ser um grande alívio para isso.

Mas os atletas não consultam psicólogos do esporte apenas quando estão tendo dificuldades. Os psicólogos do esporte também podem ajudar os atletas a:

  • Melhorar o desempenho: várias estratégias mentais, como visualização, conversas interna e técnicas de relaxamento, podem ajudar um atleta a superar obstáculos e atingir seu potencial máximo.
  • Lidar com as pressões da competição: os psicólogos do esporte podem ajudar os atletas de todos os níveis a lidarem com a pressão dos pais, treinadores ou mesmo com suas próprias expectativas.
  • Recuperarem-se de ferimentos: após uma lesão, os atletas podem precisar de ajuda para tolerar a dor e o afastamento do esporte, agregando o acompanhamento psicológico as sessões de fisioterapia ou a outros tratamentos.
  • Manter um programa de exercícios: mesmo aqueles que desejam se exercitar regularmente podem se ver incapazes de cumprir seu objetivo. Os psicólogos do esporte podem ajudar esses indivíduos a aumentarem a motivação no esporte e a resolver quaisquer problemas relacionados.
  • Gostar de esporte: as organizações esportivas para jovens podem contratar um psicólogo do esporte para ensinar os técnicos sobre como ajudar as crianças a praticar esportes e como promover uma autoestima saudável nos participantes. Fomentar o gosto pelo esporte em uma criança, fará toda a diferença na vida dela.

A psicologia do esporte pode até mesmo ajudar as pessoas fora das quadras e dos campos. As mesmas estratégias que os psicólogos do esporte utilizam com os atletas – técnicas de relaxamento, ensaios mentais e reestruturação cognitiva, por exemplo – também são úteis em seu local de trabalho e em outros ambientes.

A psicologia do esporte vai muito além dos centros de treinamento esportivo

Técnicas da psicologia do esporte, como visualização, reestruturação cognitiva e respiração profunda, também podem ajudá-lo no trabalho.

Assim como um atleta pode se preparar mentalmente para um evento esportivo, você pode ensaiar com antecedência o que vai dizer a alguém e como dizê-lo, bem como antecipar perguntas que possam surgir e como respondê-las.

Os atletas usam visualizações como essa para reduzir o estresse, aumentar a confiança e, por fim, obter um melhor desempenho.

Se você não tem um bom desempenho no trabalho pode se beneficiar de uma técnica chamada reestruturação cognitiva.

Com a ajuda de um psicólogo, você pensa em como está defendendo seus pontos de vista em uma reunião, em vez de em como o chefe está odiando cada palavra e planejando demiti-lo.

Outras técnicas comumente usadas para melhorar o desempenho incluem enfatizar o processo versus o resultado; usar respiração profunda e relaxamento muscular progressivo para controlar o estresse; e mudança da orientação atribucional de fatores externos (como chefes incompetentes) para fatores internos (como preparação insuficiente).

Os psicólogos não estão apenas compartilhando ideias de psicologia do esporte com os pacientes; eles também estão trabalhando com corporações ansiosas para se considerarem equipes vencedoras em uma era de redução de pessoal.

Embora seus funcionários não enfrentem as competições olímpicas, eles estão enfrentando o estresse de tentar aumentar a produtividade e, ao mesmo tempo, reduzir custos, o estresse de trabalhar longas horas em tarefas que podem demorar semanas ou meses e o estresse de se encaixar em uma equipe onde as metas individuais têm que caber nos objetivos do grupo.

A psicologia do esporte no aprendizado de idiomas

As mesmas técnicas podem ser utilizadas no aprendizado de um novo idioma, para que alguém perca o medo e a vergonha de falar outro idioma em reuniões de trabalho, viagens e nos relacionamentos sociais.

Manifestar fluência em um novo idioma por exemplo, começa ao se remover barreiras internas que nada tem a ver com a nova língua. Isso se aplica inclusive ao seu idioma materno.

Muitas pessoas possuem dificuldades para falar em público e um processo psicoterapêutico com um psicólogo do esporte pode ajudar muito nisso. É um processo, não é do dia para a noite, mas pode ser feito.